Carregando...
Você está em:  Home  >  Comentário Bíblico  >  Artigo

Jacó acreditava que José estava vivo no Sheol!

Por   /  3 de agosto de 2019  /  Sem comentários

    Imprimir       Email

Gênesis 37.35 – E levantaram-se todos os seus filhos e todas as suas filhas, para o consolarem; recusou porém ser consolado, e disse: Porquanto com choro hei de descer ao meu filho até o sheol. Assim o chorou seu pai.

Nesse texto, não seria adequado traduzir sheol por “sepultura”, por duas razões:

1)  Jacó (enganado por seus filhos) pensava que seu filho amado, José, havia sido “devorado” por uma fera (vs. 31-33), e não sepultado. Logo, como que ele poderia desejar descer à sepultura para reencontrar José, se ele sabia que seu filho não tinha sido sepultado?

2) Se sheol aqui é a sepultura, então isso indica que Jacó não acreditou que José fora devorado, contrariando assim o que o texto diz tão claramente (v. 33)?

Portanto, aqui esse termo é melhor entendido como sendo o mundo invisível dos mortos, para onde as almas eram levadas (Lc 16.19-31). Ao dizer que um dia desceria ao sheol para reencontrar José, Jacó demonstrou sua crença de que uma parte da pessoa sobrevivia à morte (Mt 10.28), passando a viver noutro plano de existência. Dificilmente aquele patriarca desejava reencontrar seu filho supostamente morto numa sepultura podre e cheia de vermes.

Extraído do Livro “Qual o Destino do Homem?”, Araújo, LIO Editora

    Imprimir       Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *