Carregando...
Você está em:  Home  >  Adventismo  >  Artigo

Os Pecadores no Inferno Deixarão de Existir?

Por   /  7 de novembro de 2021  /  Sem comentários

    Imprimir       Email

Os adventistas se esforçam ao máximo para negar a realidade do “fogo eterno” descrito na Bíblia na expressão: “para todo o sempre” (Ap 20.10).

O Pastor adventista e norte americano, Finley, na tentativa de negar essa verdade, escreveu em seu livro com o tema: E a cerca da expressão “fogo eterno”? —- Ele diz:

Sodoma e Gomorra, duas cidades antigas, cheias de pecado, foram consumidas com fogo que desceu do céu. A Bíblia afirma que estas cidades foram queimadas com fogo eterno (Judas 7). No entanto, elas não estão a arder hoje. Estas duas cidades encontram-se em ruínas debaixo do Mar Morto. De acordo com II Pedro 2:6, elas converteram-se em cinzas. Um fogo eterno é um fogo cujos efeitos são eternos, um fogo que consome e destrói para sempre” (Mark Finley – Estudando Juntos, pg. 74).

Aqui, ele está dizendo que aquelas duas cidades foram destruídas com um fogo eterno, mas esse fogo que é eterno não é eterno, pois as cidades viraram cinzas cessando o fogo e que agora elas se encontram debaixo do Mar Morto. Finley e os adventistas querem aplicar essa interpretação em relação aos ímpios, que o “fogo eterno” do inferno queimarão os ímpios até virarem cinzas deixando eles assim de existir. Essa é mais uma “falácia” (um raciocínio errado com aparência de verdadeiro), dos adventistas.

Se aceitarmos tal interpretação adventista  temos também que admitir que o “fogo eteno” do inferno um dia se apagará com a aniquilação de todos os ímpios. E ainda, riscar da Bíblia a passagem de Lucas 3.17: Ele tem a pá na sua mão, e limpará a sua eira, e ajuntará o trigo no seu celeiro, mas queimará a palha com fogo que nunca se apaga. E mais, Deus é um fogo consumidor (Hb 12.29), e esse fogo é Eterno (Dt 33.27). Logo, Deus que é um “fogo eterno” teria que deixar de existir! Quanto às passagens de Judas e de Pedro, elas apresentam dois sentidos diferentes que contraria Finley ou a doutrina adventista.

Veja na leitura de Judas que ele trata da condição “espiritual” daquelas pessoas, quanto que Pedro trata da condição “literal” (físico, material) daquelas cidades. Judas fala dos habitantes (pessoas) de Sodoma e Gomorra que viviam na prostituição nos prazeres da carne e que agora (depois que morreram) suas almas encontram-se sofrendo a pena do fogo eterno (Jd 7). Já, Pedro, fala que aquelas duas cidades foram reduzidas à cinzas ficando como exemplos para outras que viessem a viver de forma igual (2 Pe 2.6 cf. Gn 19.25). As cidades juntamente com seus habitantes foram queimadas com fogo [não é o “fogo eterno” como sugerem os adventista], que desceu do céu (Gn 19.24; Dt 29.23). E o fim daqueles habitantes, depois que morreram, eles encontram-se no inferno (hades) sofrendo já o fogo eterno (quando o hades for jogado no Geena ou Lago de Fogo). Note que os adventistas não tem base bíblica para apoiar (sustenta, sobreviver) suas pseudo-doutrinas. Para desconstrui-los de vez: ensinam que os ímpios se queimarão no inferno até virar cinzas conforme o número de anos que eles viveram na terra na sua maldade. Ex.: Hitler (1934-1945) queimará no Geena (lago de fogo) por um tempo até deixar de existir, sofrendo assim um castigo correspondente ao seu pecado no período de sua vida. Ora, se for assim, o Anticristo e o falso profeta deveriam queimar no inferno pelos pecados correspondentes pelos sete anos apenas da Grande Tribulação! Mas, a Bíblia diz que eles serão lançados no lago de fogo, e 1000 anos depois, eles se encontram ainda vivos lá sem sinal de cinzas (Ap 19.20 cf. Ap 20.10). O que confirma que o fogo nunca se apaga, pois, dura para todo o sempre.

Fuja da doutrina adventista, é uma seita perigosa e contrária a Bíblia Sagrada.

    Imprimir       Email
  • Publicado: 4 semanas atrás em 7 de novembro de 2021
  • Por:
  • Última modificação: novembro 7, 2021 @ 4:34 pm
  • Arquivado em: Adventismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *